???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/7665
Tipo do documento: Tese
Título: Regeneração natural do componente arbustivo-arbóreo e atributos do solo em áreas com diferentes altitudes no semiárido
Autor: TORRES, José Edson de Lima 
Primeiro orientador: MARANGON, Luiz Carlos
Primeiro coorientador: FELICIANO, Ana Lícia Patriota
Segundo coorientador: FREIRE, Fernando José
Primeiro membro da banca: BRANDÃO, Carlos Frederico Lins e Silva
Segundo membro da banca: BARBOSA, Dilosa Carvalho de Alencar
Terceiro membro da banca: FREIRE, Maria Betânia Galvão dos Santos
Quarto membro da banca: FERREIRA, Rinaldo Luiz Caraciolo
Resumo: Entender o que impulsiona essa heterogeneidade em uma microescala na fisionomia florestal é fundamental para prever como as florestas responderão às mudanças ambientais globais, bem como desenvolver estratégias de conservação e manejo que maximizem os benefícios da biodiversidade. O objetivo dessa pesquisa foi caracterizar o estrato regenerante de comunidades arbutivas-arbóreas, associando as condições ambientais a níveis de solo e gradiente topográfico. Considerando a região do Araripe como uma paisagem estratificada em três ambientes: Baixada (altitudes ≤ 600 m), Encosta (600 > a ≤ 750 m) e Chapada altitudes acima de 750 m. Para cada ambiente foram amostradas nove áreas (B1, B2, B3, E1, E2, E3, C1, C2 e C3) com 20 parcelas de 5 x 10 m para mensuração da regeneração natural. Foram feitas análises dos atributos químicos do solo das nove áreas e a análise canônica para discriminar quais as variáveis mais contribuiram para a variância das espécies, e que percentagem desta variância é explicada pelas variáveis ambientais. Na florística das nove áreas foram inventariados 4.974 indivíduos regenerantes, desses, 1.433 na Baixada, 1.303 na Encosta e 2.217 na Chapada, estes pertencentes a 131 espécies botânicas. As áreas estratificadas nos ambientes de Baixada, Encosta e Chapada representam uma variabilidade florística e estrutural de fitofisionomias vegetais características de florestas secas ou sazonalmente secas inseridas no semiárido Pernambucano com alta riqueza de espécies arbustiva-arbórea da regeneração natural dessas comunidades. A região possui uma variabilidade de ambientes com características microclimáticas distintas e que seguem um gradiente de altitude. As áreas de Baixada possuem solos rasos, mais férteis e com tipologias de vegetação xerófila. Nas áreas de Encosta, solos mais arenosos e baixa fertilidade, com vegetação mais arbustiva de pequeno porte e com baixa diversidade e densidade. E por fim, na Chapada, há uma variação microclimática maior, com áreas mais úmidas e variação de vegetação xerófila e de floresta estacional.
Abstract: Understanding what drives this heterogeneity on a microscale in the forest physiognomy is critical to predict how forests will respond to global environmental change as well as develop conservation and management strategies that maximize the benefits of biodiversity. The objective of this research was to characterize the regenerating stratum of Shrub-tree communities, associating the environmental conditions to levels of soil and topographic gradient. Considering the region of Araripe as a landscape stratified in three environments: Lower (altitudes ≤ 600 m), Slope (600> to ≤ 750 m) and Plateau with altitudes above 750 m. For each environment, nine areas (B1, B2, B3, E1, E2, E3, C1, C2 and C3) were sampled with 20 plots of 5 x 10 m for measuring natural regeneration. Analyzes of the soil chemical attributes of the nine areas and the canonical analysis were made to discriminate which variables contributed most to the variance of the species, and what percentage of this variance is explained by the environmental variables. In the floristic of the nine areas, 4,974 regenerating individuals were inventoried, 1,433 in the Lower, 1303 in the Slope and 2,217 in the Plateau, belonging to 131 botanical species. The stratified areas in the environments of Lower, Slope and Plateau represent a floristic and structural variability of vegetal phytophysiognomies characteristic of dry or seasonally dry forests inserted in the semi-arid Pernambucano with high richness of shrub species of the natural regeneration of these communities. The region has a variability of environments with distinct microclimatic characteristics and following an altitude gradient. The areas of Lower have shallow soils, more fertile and with typologies of xerophytic vegetation. In the areas of Slope, more sandy soils and low fertility, with more shrub vegetation of small size and with low diversity and density. And finally, in the Plateau, there is a greater microclimatic variation, with wetter areas and variation of xerophilous vegetation and seasonal forest.
Palavras-chave: Regeneração natural
Floresta seca
Solo
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Ciência Florestal
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais
Citação: TORRES, José Edson de Lima. Regeneração natural do componente arbustivo-arbóreo e atributos do solo em áreas com diferentes altitudes no semiárido. 2018. 108 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/7665
Data de defesa: 30-Jul-2018
Appears in Collections:Doutorado em Ciências Florestais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jose Edson de Lima Torres.pdfDocumento principal3,93 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.