???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6979
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorDINIZ, Williane Patrícia da Silva-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6306892761738376por
dc.contributor.advisor1SANTOS, Mércia Virginia Ferreira dos-
dc.contributor.advisor-co1CUNHA, Márcio Vieira da-
dc.contributor.advisor-co2VÉRAS, Antônia Sherlânea Chaves-
dc.contributor.referee1MELLO, Alexandre Carneiro Leão de-
dc.contributor.referee2FERREIRA, Geane Dias Gonçalves-
dc.date.accessioned2017-06-20T12:34:54Z-
dc.date.issued2016-02-19-
dc.identifier.citationDINIZ, Williane Patrícia da Silva. Caracterização morfológica e nutricional de acessos de Desmanthus spp. submetidos a duas intensidades de corte. 2016. 81 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.por
dc.identifier.urihttp://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6979-
dc.description.resumoA utilização de forrageiras nativas é de grande importância para a sustentabilidade da produção animal na região semiárida. Objetivou-se avaliar características morfológicas, valor nutritivo, bem como quantificar a fixação biológica de nitrogênio de acessos de Desmanthus spp., sob diferentes intensidades de corte. As plantas foram estabelecidas na Estação Experimental de Cana-de-Açúcar de Carpina, no espaçamento de 0,5 x 1,0 m, sendo avaliados quatro acessos de Desmanthus, dos quais três acessos (5G, 6G e 7G) são da espécie Desmanthus pernambucanus, provenientes do banco de germoplasma da Universidade Federal Rural de Pernambuco, localizado em Serra Talhada, coletadas nos municípios de Santa Cruz do Capibaribe; e um acesso (AS), proveniente da Embrapa Tabuleiros Costeiros- Sergipe (oriundo do Banco de Germoplasma da Austrália). Os acessos foram avaliados sob duas intensidades de corte (40 cm e 80 cm), em delineamento inteiramente casualizado, em parcelas subdivididas, com seis repetições. Foram avaliados, em três avaliações espaçadas de 75 dias, frutificação, produção de vagem, folha nova, folha verde, folha senescente, número de ramos por planta, número de folhas por ramo, número de folhas por planta e diâmetro do ramo. Em junho de 2015, também foi realizada coleta de material para determinação da relação folha/caule, produção, composição química e digestibilidade. Para o fracionamento de proteína bruta e fixação biológica de nitrogênio foram avaliados apenas três acessos de Desmanthus (5G, 6G e AS), com seis repetições. Não foram observadas interações significativas (P>0,05) entre os fatores intensidade de corte e acessos de Desmanthus para as variáveis morfológicas estudadas. Observou-se efeito do fator acesso para as variáveis diâmetro do caule, número de folhas por ramo, número total de folhas por planta e relação folha/caule, com o acesso AS que apresentando maior diâmetro de caule, (6,5 mm). O acesso 7G apresentou maior número de folhas por ramo (15,9), número total de folhas por planta (192,54) e relação folha/caule (1,08). Houve interações significativas (P>0,05) entre os fatores intensidade de corte e acessos de Desmanthus spp. as variáveis produção de matéria seca total e produção de matéria seca de caules, o acesso AS apresentou uma maior produção na intensidade de corte de 40 cm (1,85 t/ha ), diferentemente do acesso 7G que apresentou a maior produção de matéria seca na intensidade de corte de 80 cm (1,52 t/ha). Para a variável produção de matéria seca de folhas não foram observadas diferenças significativas (P>0,05) entre os acessos de Desmanthus spp. estudados. Não foram observados efeitos dos fatores acessos e intensidades de corte na composição química da planta, cujos valores médios foram de 230 g.kg-1 de PB na folha; e 120 g.kg-1 de PB no caule; 360,8 g.kg-1 de FDN na folha; 657,6 g.kg-1 de FDN no caule; 190 g.kg-1 de FDA na folha e 455,5 g.kg-1 de FDA no caule; 170,8 g.kg-1 de hemicelulose na folha e 202,1 g.kg-1 de hemicelulose no caule. Acessos de plantas do gênero Desmanthus apresentam variabilidade para DIVMS, tendo o acesso 5G apresentado maior DIVMS de folhas e de caule (485,28 g/kg, 392,24 g/kg, respectivamente); diferenciando-se do acesso 7G, que apresentou menores DIVMS de folha (429,5 g/kg) e caule (336,29 g/kg). Foram observadas correlações significativas entre as características morfológicas, produtivas e de valor nutritivo. Para a produção de MS, composição química e DIVMS dos acessos coletados em junho de 2015, foram observadas diferenças significativas (P<0,05) apenas para a FDA da folha entre os acessos de Desmanthus spp., tendo o acesso 5G apresentado menor concentração de FDA (166,0 g/kg-1) diferenciando-se dos AS (201,4 g.kg-1) e 6G (203,3 g.kg-1). Não foram observadas diferenças significativas para as variáveis fracionamento de PB, fixação biológica de nitrogênio e relação carbono/nitrogênio. Foram observadas correlações positivas e negativas significativas entre as variáveis estudadas. As intensidades de corte de 40 e 80 cm não influenciam as características de valor nutritivo, fracionamento de proteína e fixação biológica de nitrogênio dos acessos de Desmanthus spp.. Observou-se variabilidade entre os acessos avaliados quanto as características morfológicas, o que indica possibilidade futura de seleção de materiais superiores.por
dc.description.abstractThe use of native forages is extremely important for the sustainability of animal production in the semiarid region. It was aimed to evaluate morphological characteristics, nutritional value, as well as quantify biological nitrogen fixation of Desmanthus spp. access, under different cutting intensities. The plants were established at the Carpina Experimental Station of Cane Sugar, in a spacing of 0.5 x 1.0 m, being evaluated four Desmanthus access, three of these accesses (5G, 6G, and 7G) are of Desmanthus pernambucanus species, derived from the germplasm bank of the Federal Rural University of Pernambuco, located in Serra Talhada, and collected in the municipalities of Santa Cruz do Capibaribe; and an access (AS), from Embrapa Tabuleiros Costeiros – Sergipe (coming from the Australian Germplasm Bank). The accesses were evaluated under two cut intensities (40 cm and 80 cm) in a completely randomized split plots design with six replications. Three spaced reviews of 75 days, fructification, pod production, new leaf, green leaf, senescent leaf, number of branches per plant, number of leaves per branch, number of leaves per plant, and branch diameter were evaluated. In June 2015, it was also performed a collection of material for determination of leaf/stem ratio, production, chemical composition, and digestibility. For the fractionation of crude protein and nitrogen fixation, only three Desmanthus access (5G, 6G, and AS), with six replications, were evaluated. No significant interactions (P> 0.05) among the factors intensity cut and Desmanthus accesses to the studied morphological variables were observed. Effect of factor access to the variables stem diameter, number of leaves per branch, number of leaves per plant, and leaf/stem ratio were observed, with AS access showing greater stem diameter (6.5 mm). The 7G access showed higher number of leaves per branch (15.9), total number of leaves per plant (192.54), and leaf/stem ratio (1.08). There were significant interactions (P> 0.05) between the factors of cutting intensity and Desmanthus spp. access to the variables total dry matter and dry matter production of stems. The AS access showed higher production in the cutting intensity of 40 cm (1.85 T/ha), unlike the 7G access that showed the highest dry matter production in the 80 cm cutting intensity (1.52 T/ha). For the variable leaves dry matter production, no significant differences were observed (P> 0.05) between the studied Desmanthus spp. accesses. No effects of the factors of access and cutting intensities in the chemical composition of the plant were observed, with mean values of 230 g.kg-1 of CP in the leaf; and 120 g.kg-1 of CP in the stem; 360.8 g.kg-1 of NDF in the leaf; 657.6 g.kg-1 of NDF in the stem; 190 g.kg-1 of ADF in the leaf and 455.5 g.kg-1 of ADF in the stem; and 170.8 g.kg-1 of hemicellulose in the leaf and 202.1 g.kg-1 of hemicellulose in the stem. The Desmanthus genus plants accesses present variability to IVDMD, being the 5G access presented the greater leaves and stem IVDMD (485.28 g/kg, 392.24 g/kg, respectively); differing from 7G access, that showed lower leaf (429.5 g/kg) and stem (336.29 g/kg) IVDMD. Significant correlations between the morphological, productive and nutritional value were observed. For DM production, chemical composition and IVDMD from collected accesses in June 2015, significant differences (P <0.05) for the leaf FDA between Desmanthus spp. accesses were observed, with 5G access presenting lower concentration of FDA (166.0 g/kg-1) differing from the AS (201.4 g.kg-1) and 6G (203.3 g.kg-1) accesses. No significant differences for the variables CP fractionation, biological nitrogen fixation, and carbon/nitrogen ratio were observed. Positive correlations and negative significance were observed between the studied variables. The cutting intensities of 40 and 80 cm did not influence the characteristics of nutritional value, protein fractionation and biological nitrogen fixation of Desmanthus spp. accesses. Variability among the evaluated accesses as morphological characteristics was observed, which indicates possible future selection of superior materials.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Mario BC (mario@bc.ufrpe.br) on 2017-06-20T12:34:54Z No. of bitstreams: 1 Williane Patricia da Silva Diniz.pdf: 1046632 bytes, checksum: ec4f19aca538b8c8c43d69a73e1e3a50 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-06-20T12:34:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Williane Patricia da Silva Diniz.pdf: 1046632 bytes, checksum: ec4f19aca538b8c8c43d69a73e1e3a50 (MD5) Previous issue date: 2016-02-19eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPqpor
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal Rural de Pernambucopor
dc.publisher.departmentDepartamento de Zootecniapor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFRPEpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Zootecniapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectMorfologia vegetalpor
dc.subjectDesmanthuspor
dc.subjectFixação de nitrogêniopor
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIApor
dc.titleCaracterização morfológica e nutricional de acessos de Desmanthus spp. submetidos a duas intensidades de cortepor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Mestrado em Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Williane Patricia da Silva Diniz.pdfDocumento principal1,02 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.