???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6897
Tipo do documento: Tese
Título: Exigências nutricionais e componentes não carcaça de bovinos mestiços leiteiros
Autor: NEVES, Maria Luciana Menezes Wanderley 
Primeiro orientador: VÉRAS, Antonia Sherlânea Chaves
Primeiro coorientador: FERREIRA, Marcelo de Andrade
Segundo coorientador: SOUZA, Evaristo Jorge Oliveira de
Primeiro membro da banca: VALADARES FILHO, Sebastião de Campos
Segundo membro da banca: SILVA, Dulciene Karla de Andrade
Terceiro membro da banca: BATISTA, Ângela Maria Vieira
Quarto membro da banca: CARVALHO, Francisco Fernando Ramos de
Resumo: Objetivou-se com este experimento, avaliar o efeito da restrição alimentar e quatro níveis de concentrado sobre o peso dos órgãos internos, vísceras, conteúdo gastrintestinal (CTGI) e gordura interna (GORI) em bovinos mestiços leiteiros não castrados. Também foi avaliada a utilização das equações de Hankins & Howe (1946), Valadares Filho et al. (2006) e Marcondes et al. (2012) para estimativa da composição química da carcaça e do corpo vazio, e as exigências proteicas e energéticas destes animais. Utilizaram-se 30 bovinos, com peso médio de 339,1 kg. Cinco foram abatidos no início do experimento para compor o grupo referência e os demais após 112 dias. Os remanescentes foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em cinco tratamentos: 0; 17; 34; 51 e 68% da matéria seca em concentrado. Os animais do tratamento com 0% de concentrado foram submetidos a restrição alimentar durante todo o período experimental. As composições químicas foi determinada na meia carcaça direita, e por meio de amostras entre a 9ª e 11ª costelas (seção HH) da meia carcaça esquerda. Para predição das exigências utilizou-se a composição química da meia carcaça direita. O efeito da restrição alimentar foi avaliado por teste de médias. Equações de regressão foram ajustadas para verificar o efeito da inclusão de concentrado na dieta sobre as variáveis. As equações que estimam a composição química da carcaça e corpo vazio foram comparadas pelo quadrado médio do erro da predição e seus componentes, pelo coeficiente de correlação e concordância (CCC) e pela distribuição dos erros de predição. A exigência de energia líquida e metabolizável para mantença foi determinada por regressão da produção de calor em função do consumo de energia metabolizável (CEM). A eficiência do uso da energia metabolizável para ganho de peso foi obtida pelo coeficiente de inclinação da equação de regressão linear entre a energia retida (ER) e o CEM. O requerimento de energia líquida para ganho de peso (ELg) foi estimado pela equação da ER em função do peso de corpo vazio metabólico (PCVZ0,75) e do ganho de peso de corpo vazio (GPCVZ). A exigência líquida de proteína para ganho (PLg) foi determinada pela equação da proteína retida (PR) em função do GPCVZ e ER. A eficiência do uso da proteína metabolizável para ganho foi obtida pela equação de regressão entre a PR e o consumo de proteína metabolizável (CPmet). Pela relação do intercepto da regressão do CPmet em função do GPCVZ diário, pela média do PCVZ0,75 dos animais abatidos no fim do experimento, obteve-se a exigência de proteína metabolizável para mantença (PMm). A restrição alimentar promove menor peso dos órgãos vinculados ao metabolismo energético, sem, contudo influir sobre o coração e pulmões. Vísceras, CTGI e GORI são mais influenciados que os órgãos pelo incremento de concentrado à dieta. Nos bovinos mestiços leiteiros não castrados, as equações de Hankins & Howe (1946) estimaram melhor a proteína e a água no corpo vazio, os modelos de Valadares Filho et al. (2006) são mais eficazes para a predição de água na carcaça e extrato etéreo na carcaça e corpo vazio, e a proteína na carcaça por estes dois modelos; enquanto que as equações propostas por Marcondes et al. (2012) não foram eficazes para estimar a composição química da carcaça e corpo vazio. Para bovinos mestiços leiteiros, machos não castrados, confinados, a ELg é obtida pela equação: ELg= 0,0448*PCVZ0,75*GPCVZ1,0996, a EMm é de 138 kcal/PCVZ0,75/dia, a eficiência de utilização da energia metabolizável para mantença e ganho de peso são de 62,67% e 31,67%, respectivamente; a PLg pode ser calculada pela equação: PLg=242,34*GPCVZ 23,09*ER; a eficiência do uso da proteína metabolizável para ganho é de 25,8%; a PMm é de 2,96 g/PCVZ0,75/dia.
Abstract: The objective of this work was to evaluate the effect of the feed restriction and four concentrate level on the internal organs, viscera, gastrintestinal fill, and internal fat weight ofBulls dairy crossbred. We also evaluated too, the utilisation of the equations of the Hankins and Howe (1946), Valadares Filho et al. (2006) and Marcondes et al. (2012) for estimate of the chemical composition of the carcass and empty body, and energy and protein requirements these animals. We used thirty animals with an average weight of 339.1 kg. Five were slaughtered of the beginning of the trial, compounding the reference group, and the remaining after 112 days. The remaining were allotted to a completely randomized design with five treatments: 0; 17; 34; 51, and 68% of the dry mater in concentrate. The animals of the treatment with 0% of concentrate were submitted the feed restriction during the whole experimental period. Chemical composition was obtained of the right carcass half, and through samples between the 9th and 11th ribs (section HH) of the left carcass half. For prediction of the requirements was utilized the chemical composition of the right carcass half. The effect of the feed restriction was evaluated through of the average test. Regression equations were fitted to determine the effect of dietary concentrate inclusion on the variables. The equations that regard the composition chemical of the carcass and empty body were compared by mean square error of prediction and its components, concordance correlation coefficient (CCC) and distribution of the prediction errors. Requirements of metabolizable and net energy for maintenance were estimated by the regression among the heat production and the metabolizable energy intake (MEI). Use efficiency of metabolizable energy for gain was obtained by regression coefficient of the equation of the retained energy in function of MEI. Net energy requirement for gain (NEg) was estimated by equation of retained energy (RE) as a function of metabolic empty body weight (EBW0.75) and empty body weight gain (EBWg). Requirement of net protein for gain (NPg) was estimated by equation of the protein retained (PR) in function of the EBWg and RE. The use efficiency of metabolizable protein for gain was obtained by equation linear regression among the PR and the metabolizable protein intake (MPI). The ratio between the intercept of the regression of the MPI in function of the daily EBWg, by the average the of.EBW-0.75.day-1 EBW0.75 of the animals slaughtered at the end of the experiment, we obtained the requirement of the metabolizable protein for maintenance (MPm). The feed restriction caused smaller organ weights linked to energy metabolism, without influence on the heart and lungs. Viscera, gastrintestinal fill and internal fat are more influenced by the organs that increase the concentrate diet. In the bulls dairy crossbred confined, the equations of the Hankins & Howe (1946) estimated best the protein and water in the empty body, the models of the Valadares Filho et al. (2006) are most effective for prediction of the water in carcass and ether extract in the carcass and empty body, and the protein in the carcass these two models; while the equations proposed by Marcondes et al. (2012) were not effective to estimate the composition chemical of the carcass and empty body. For bulls dairy crossbred confined, the NEg is obtained by equation: NEg= 0.0448* EBW0.75* EBWg1.0996, the requirement of the metabolizable energy for maintenance is 138 kcal.EBW-0.75.day-1, the efficiency of metabolizable energy for maintenance and weight gain are 62.67% e 31,67%, respectively; the NPg is obtained by equation: NPg=242.34* EBWg – 23.09*RE; the efficiency of metabolizable protein for gain is 25.8%; the MPm is 2.96 g.EBW-0.75.day-1.
Palavras-chave: Bovino de leite
Gordura interna
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Zootecnia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
Citação: NEVES, Maria Luciana Menezes Wanderley. Exigências nutricionais e componentes não carcaça de bovinos mestiços leiteiros. 2013.150 f. Tese ( Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6897
Data de defesa: 14-Jun-2013
Appears in Collections:Doutorado Integrado em Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Luciana Menezes Wanderley Neves.pdfDocumento principal919,83 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.