???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6599
Tipo do documento: Tese
Título: Variabilidade e ecologia de Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum, agente da podridão-mole em couve-chinesa
Autor: ALVORADO, Indira Del Carmen Molo
Primeiro orientador: MARIANO, Rosa de Lima Ramos
Primeiro coorientador: MICHEREFF, Sami Jorge
Segundo coorientador: SILVEIRA, Elineide Barbosa da
Primeiro membro da banca: CAVALCANTI, Uided Maaze Tibúrico
Segundo membro da banca: PEDROSA, Elvira Maria Régis
Terceiro membro da banca: GOMES, Andréa Maria André
Quarto membro da banca: COÊLHO, Rildo Sartori
Quinto membro da banca: LARANJEIRAS, Delson
Resumo: A produção de couve-chinesa (Brassica pekinensis) pode ser limitada pela ocorrência da podridão-mole causada por bactérias pectinolíticas. No presente estudo, 39 isolados de bactérias causadoras de podridão-mole em couve-chinesa, oriundos de áreas de plantio de Camocim de São Félix, em Pernambuco, foram identificados e caracterizados como Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum (Pcc) por testes bioquímicos confirmados por PCR. A variabilidade desses isolados foi avaliada com base em componentes epidemiológicos da doença, sensibilidade a antibióticos e marcadores moleculares. Os isolados foram distribuídos em grupos de similaridade, considerando-se 50% da distância total de ligação pelo método UPGMA. Com base nos componentes epidemiológicos período de incubação (PI), severidade inicial (SEVI), severidade final (SEVF) eárea abaixo da curva de progresso da doença, os 39 isolados foram distribuídos em seis grupos de similaridade. Entre os componentes epidemiológicos, foi constatada correlação significativa (P≤0,05) somente de PI com SEVI (r = -0,57). Baseado na sensibilidade aos 12 antibióticos, os isolados de Pcc foram distribuídos em 14 grupos. Foram constatadas correlações significativas entre sensibilidade a gentamicina e PI (r = -0,41), bem como entre sensibilidade a clindamicina e SEVF (r = -0,45). A utilização dos marcadores moleculares REP, ERIC e BOX no Rep-PCR revelou grande variabilidade genética entre os 39 isolados, pois foram formados 32 grupos de similaridade. Não foram constatadas correlações significativas entre as distâncias de ligação registradas pelos marcadoresmoleculares e os componentes epidemiológicos da doença. Em outro estudo foi avaliada a influência dos solos na população de Pcc, utilizando-se mutanteresistente a rifampicina (Pcc127Rif). A taxa de extinção relativa da população (TEP) variou de 0,0547 a 0,6327 log (UFC)/dia. Seis solos mostraram-se supressivos a Pcc127Rif enquanto cinco evidenciaram conducividade. Os grupos de solos baseados na TEP de Pcc127Rif não apresentaram relação com os municípios de coleta, tipos de coberturas do solo na época da coleta ou classes texturais dos solos. Considerando-se todos os solos, não foram constatadas correlações significativas (P≤0,05) entre a TEP de Pcc127Rif e as características químicas, físicas e microbiológicas dos solos. Nos seis solos mais supressivos, a TEP de Pcc127Rif se correlacionou significativamente com a densidade aparente do solo (r = 0,76), populações de bactérias totais (r = 0,82) e Bacillus spp. (r = 0,80). A população de Bacillus spp. se correlacionou com a densidade aparente, mas não com a população de bactérias totais. Nos cinco solos mais conducivos houve correlação entre a TEP de Pcc127Rif e a população de Bacillus spp. (r = -0,86). A elevada variabilidadeverificada entre os isolados de Pcc aponta para a necessidade de maior atenção em estudos de identificação, detecção, epidemiologia e controle da podridão-mole em Pernambuco. A alta correlação observada entre a supressividade de alguns solos a Pcc e as populações de bactérias totais e Bacillus spp. é relevante para implementação efetiva de estratégias de manejo da doença.
Abstract: Yield of Chinese cabbage (Brassica pekinnensis) may be limited by the occurrence of soft rot caused by pectinolytic bacteria. In this study 39 isolates of bacteria causing soft rot in Chinese cabbage obtained from planting areas of Camocim de São Félix, in Pernambuco State, were identified and characterized as Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum (Pcc) based upon biochemical tests confirmed by PCR. The variability of these isolates was evaluated through disease epidemiological components, sensitivity to antibiotics and molecular markers. The isolates were distributed in similarity groups considering 50% of the total linkage distance by the UPGMA method. Based on epidemiological components incubation period (PI), initial severity (SEVI), final severity (SEVF) and area under the disease curve progress the 39 isolates were distributed in six similarity groups. Among the epidemiological components significant Piersoncorrelation (P≤0.05) was only found for PI and SEVI (r = -0.57). Based on sensitivity to 12 antibiotics, the Pcc were distributed in 14 groups. There were significant correlations between sensitivity to gentamicin and PI (r = -0.41), as well as between sensitivity to clindamicin and SEVF (r = -0.45). The molecular markers REP, ERIC and BOX used in Rep-PCR revealed high genetic variability among the 39 isolates since 32 similarity groups were formed. No significant correlations were found among the linkage distances registered by molecular markers and the disease epidemiological components. In a second study it was evaluated soil influence on Pcc rifampicin resistant mutant (Pcc127Rif). The extinction rate of population was calculated (TEP) and ranged from 0.0547 to 0.6327 log (CFU)/d. Six soils showed suppressiveness to Pcc127Rif while five presented conducivity. The soil groupsbased on the TEP of Pcc127Rif did not correlate with municipalities, types of vegetation cover at the sampling time or soil textural classes. Considering all soils there were no significant correlations (P≤0,05) among TEP of Pcc127Rif and chemical, physical and microbiological characteristics of soils. Considering the six more suppressive soils the TEP of Pcc127Rif significantly correlated with soil apparent density (r = 0.76), total bacterium population (r = 0.82) and Bacillus spp. (r = 0.80). The Bacillus spp. population correlated with apparent density, but not with total bacterium population. Considering the five more conducive soils there was correlation between TEP of Pcc127Rif and Bacillus spp. population (r = -0.86). The high variability among Pcc isolates points out to the necessity of great attention in studies covering identification, detection, epidemiology and control of soft rot in Pernambuco. The elevated correlation between suppressiveness of some soils to P. carotovorum subsp. carotovorum and total bacteria and Bacillus spp. populations is relevant to effective implementation of soft rot management strategies
Palavras-chave: Couve-chinesa
Podridão-mole
marcador molecular
Sensibilidade a antibióticos
Componentes epidemiológicos
Brassica pekinensis
Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum
Chinese cabbage
Área(s) do CNPq: FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Agronomia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia
Citação: ALVORADO, Indira Del Carmen Molo. Variabilidade e ecologia de Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum, agente da podridão-mole em couve-chinesa. 2006. 102 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6599
Data de defesa: 19-Jul-2006
Appears in Collections:Doutorado em Fitopatologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Indira del Carmen Molo Alvarado.pdfDocumento principal1,04 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.