???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6590
Tipo do documento: Tese
Título: Resistência de algodoeiro a murcha de fusário: métodos de obtenção de plântulas e inoculação ;avaliação de germoplasmas ; indução de resistência e caracterização da atividade enzimática
Autor: COUTO, Erick Farias 
Primeiro orientador: OLIVEIRA, Sônia Maria Alves de
Primeiro coorientador: CÔELHO, Rildo Sartori Barbosa
Segundo coorientador: SUASSUNA, Nelson Dias
Primeiro membro da banca: MENEZES, Maria
Segundo membro da banca: REHN, Vitorina Nerivânia Covello
Terceiro membro da banca: MARIANO, Rosa de Lima Ramos
Resumo: O algodão tem acompanhado a história do homem desde tempos remotos, serve como matéria prima para a confecção de vestuário e ainda apresenta como subprodutos uma rica fonte de proteína para o consumo de animais domésticos. Devido a sua ampla distribuição em todo o Brasil, a ocorrência de doenças tem se tornado cada vez mais freqüente. Dentre as doenças, um grande destaque é dado a murcha de fusário (Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum), devido ao seu potencial em causar sérios prejuízos e seu difícil controle. Diante do exposto, o presente trabalho refere-se as atividades realizadas visando desenvolver uma alternativa para a cadeia produtiva do algodoeiro. O primeiro experimento refere-se a avaliação de métodos de plantio de algodoeiro e avaliação de 106 cultivares de algodoeiro em relação a murcha de fusário. Dentre os métodos de plantio avaliados, o plantio em copo plástico foi o escolhido por ter proporcionado um melhor desenvolvimento do sistema radicular das plântulas de algodoeiro. No método da restrição hídrica não ocorreu o aparecimento de sintomas característicos da murcha de fusário. O método do papel toalha resultou em plântulas anormais ou as sementes foram parasitadas com contaminantes. Entre as cultivares testadas quanto a reação a murcha de fusário foi possível estabelecer um grupo com um alto nível de resistência com destaque para a cultivar SP 2473-A, que também possui resistência contra a ramulose. O segundo experimento refere-se a indução de resistência com os indutores abióticos (acibenzolar-S-metil, metiljasmonato e fosfato de potássio) em plântulas da cultivar BRS Cedro de algodoeiro e avaliação da atividade enzimática elicitada (amostras de folhas e caule) em plantas induzidas (com uma e duas induções) e não induzidas, inoculadas e não inoculadas com Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum, sendo ainda realizada a avaliação do índice de infecção. O menor índice de infecção (45,00) foi obtido pelo tratamento com metil jasmonato (duas inoculações) no caule. Neste tratamento foi possível estabelecer a provável conexão entre o menor índice de infecção e um alto nível da enzima peroxidase nas folhas e da enzima superóxido dismutase no caule.
Abstract: The cotton has been in the human history for ages; it is used to the confection of clothes and its subproducts are an important source of protein to the domestic animals. Because of its wide distribution in the Brazil, the ocurrence of disease has become more frequently. Among the diseases, great importance is given to the fusarium wilt of cotton (Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum) because of its potential to cause severe losses and its hard control. The present work aimed to develop alternatives to be offered to the cotton producers. The first experiment refers to the evaluation of the planting methods of cotton and the reaction of 106 cultivars in relation to the vascular wilt of fusarium. Among the methods of planting, the plastic cups was chosen because in this method the roots of the seedlings can grow more vigorously. In the water restricion method there was no ocurrence of typical simptoms of the vascular wilt. The paper towel method resulted in anormal seedlings or the seedlings were contaminated with parasites. It was possible to determinated a group with a high level of resistance among the cultivars tested. In this group, its important to say that the cultivar SP 2473-A also exhibit resistance to the ramulosis. The second experiment is reffered to the resistance induction with the abiotic inducers (acibenzolar-S-metil, metil jasmonato e fosfato de potássio) in seedlings of the cotton cultivar ‘BRS Cedro’ and the evaluation of the enzymatic activity elicited (in samples of leaves and stem) in seedlings induced (once and twice) and seedlings without the induction, inoculatedand not inoculated with Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum. The infection index was also evaluated in this treatments. The treatment with methyl jasmonate (two inoculations) in the stem showed the minor infection index (45,00). It was possible to correlate this treatment with the minor infection index and the high level of the enzyme superoxide dismutase in the stem.
Palavras-chave: Algodão
Resistência à doença
Murcha de fusário
Área(s) do CNPq: FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Agronomia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia
Citação: COUTO, Erick Farias. Resistência de algodoeiro a murcha de fusário: métodos de obtenção de plântulas e inoculação; avaliação de germoplasmas ; indução de resistência e caracterização da atividade enzimática. 2008. 66 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6590
Data de defesa: 3-Mar-2008
Appears in Collections:Doutorado em Fitopatologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Erick Farias Couto.pdfDocumento principal507,07 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.