???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6564
Tipo do documento: Dissertação
Título: Variabilidade de isolados de Curvularia eragrostidis (Henn) meyer causando queima das folhas do inhame (Discorea cayennensis Lam.) no estado de Pernambuco
Autor: PAULA, Helenilza de
Primeiro orientador: MICHEREFF, Sami Jorge
Primeiro coorientador: OLIVEIRA, Sônia Maria Alves de
Segundo coorientador: Laranjeira, Delson
Primeiro membro da banca: MARIANO, Rosa de Lima Ramos
Segundo membro da banca: PEDROSA, Elvira Maria Régis
Terceiro membro da banca: CAVALCANTE, Uided Maaze Tiburcio
Resumo: A queima das folhas, causada por Curvularia eragrostidis, constitui uma importante doença do inhame no Nordeste brasileiro, embora inexistam estudos sobre a variabilidade do patógeno. Com o objetivo de analisar a variabilidade de C. eragrostidis, 42 isolados obtidos de áreas de plantio de inhame do Estado de Pernambuco foram avaliados em relação a componentes epidemiológicos, características fisiológicas e sensibilidade ao fungicida iprodione. No estudo dos componentes epidemiológicos, plantas de inhame (cv. Da Costa) com quatro meses de idade foram inoculadas com os isolados de C. eragrostidis (1x104 conídios/ml) e avaliadas diariamente quanto à presença e severidade dos sintomas de queima, sendo obtidos o período de incubação (PI) e a área abaixo da curva de progresso de doença (AACPD). Cada isolado foi também avaliado “in vitro” quanto a características fisiológicas como taxa de crescimento micelial (TCM), esporulação (ESP) e germinação de conídios (GER), assim como em relação à sensibilidade ao fungicida iprodione, avaliada pela dose do fungicida suficiente para inibir 50% do crescimento micelial (DL50) e pela porcentagem de inibição da germinação dos conídios (IGC). Foram constatadas diferenças significativas (P=0,05) entre os isolados de C. eragrostidis em relação a todas as variáveis avaliadas, sendo possível a separação dos isolados em diferentes grupos de similaridade pelo teste de Scott-Knott. Não foram constatadas correlações significativas (P=0,05) das variáveis associadas à doença (PI e AACPD) com as demais variáveis (TCM, ESP, GER, DL50 e IGC). Utilizando o conjunto das variáveis, a análise da distância Euclidiana por ligações simples permitiu a separação dos 42 isolados de C. eragrostidis em sete grupos de similaridade. Os resultados obtidos indicam a existência de variabilidade entre os isolados do patógeno causando queima das folhas em diferentes áreas de cultivo de inhame de Pernambuco.
Abstract: Leaf blight, caused by Curvularia eragrostidis, is one of the main diseases of the yam in Brazilian Northeast, however studies on the pathogen variability are inexistent. In order to characterize the variability of C. eragrostidis, 42 strains obtained from yam fields in the Pernambuco State were evaluated in relation to epidemiological components, physiologic characteristics and sensibility to iprodione. In the epidemiological components study, yam plants, cv. Da Costa, were inoculated with strains of C. eragrostidis (1x104 conidia/ml) and evaluated daily for occurrence and severity of disease symptoms, to record incubation period (IP) and area under disease progress curve (AUDPC). Strains were evaluated “in vitro” for micelial growth rate (MGR), sporulation (SP) and germination of conidia (GER), as well as for sensitivity to iprodione, evaluated by the lethal dose which inhibited 50% of micelial growth (DL50) and percentage of inhibition of conidium germination (ICG). There were significant differences (P=0.05) among the strains of C. eragrostidis in relation to all variables, resulting in different similarity groups of strains according to the Scott-Knott test. There were no significant correlation (P=0.05) between the variables associated with disease (IP and AUDPC) and the other variables studied (MGR, SP, GER, DL50 and ICG). When all variables were analyzed by the Euclidean distance (single linkage), the 42 strains were gathered into seven similarity groups. Therefore, there is variability among the strains of C. eragrostidis, which causes leaf blight of yam in different planting areas in Pernambuc
Palavras-chave: Dioscorea cayennensis
Curvularia eragrostidi
Inhame
Área(s) do CNPq: FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Agronomia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia
Citação: PAULA, Helenilza de. Variabilidade de isolados de Curvularia eragrostidis (Henn) meyer causando queima das folhas do inhame (Discorea cayennensis Lam.) no estado de Pernambuco. 2000. 42 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6564
Data de defesa: 20-Dec-2000
Appears in Collections:Mestrado em Fitopatologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Helenilza de Paula.pdfDocumento principal550,26 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.