???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6557
Tipo do documento: Dissertação
Título: Comparação de iscas para quantificação da atividade saprofítica de Rhizoctonia ssp. no solo e relação com atividade patogênica
Autor: INOKUTI, Eliane Mayumi 
Primeiro orientador: MICHEREFF, Sami Jorge
Primeiro coorientador: MEDEIROS, Érika Valente de
Segundo coorientador: LIMA, Cristiano Souza
Primeiro membro da banca: SOUZA, Elineide Barbosa de
Segundo membro da banca: PEDROSA, Elvira Maria Régis
Terceiro membro da banca: CARVALHO, Rejane Rodrigues da Costa e
Resumo: O fungo Rhizoctonia spp. é um importante fitopatógeno habitante do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia de iscas para quantificação da atividade saprofítica de Rhizoctonia no solo e determinar a relação entre atividade saprofítica e atividade patogênica, visando ajustar uma equação de risco de atividade patogênica em áreas destinadas ao plantio de feijão-caupi e feijão-comum. Na avaliação das iscas, solos de três localidades foram acondicionados em bandejas e infestados com um isolado de R. solani (50 mg de substrato colonizado kg-1 solo). Após sete dias, amostras dos solos foram transferidas para caixas gerbox e semeadas seis iscas: sementes de beterraba, feijão-caupi, milho e sorgo, segmentos de talos de feijão-caupi e segmentos de palito de dente. Após 48 h a 25 ºC, as iscas foram transferidas para o meio de Ko & Hora modificado. A isca de palito de dente de madeira propiciou a detecção dos maiores níveis de atividade saprofítica em todos os solos. A isca de palito de dente foi avaliada em relação a oito isolados e seis densidades de inóculo de R. solani, demonstrando elevada eficácia em todas as situações. Na análise da relação entre as atividades saprofítica e patogênica, foram utilizados 12 solos coletados em áreas destinadas ao cultivo de feijão-caupi e feijão-comum. A atividade saprofítica foi avaliada com iscas de palito de dente e a atividade patogênica foi avaliada pela distribuição dos solos em bandejas, plantio de sementes de feijão-caupi e avaliação da severidade da rizoctoniose. Houve correlação positiva (r = 0,7698) significativa (P≤0,05) entre as atividades saprofítica (ATS) e patogênica (ATP). A equação de regressão ATP=1/(0,5822-0,0056 ATS) foi estimada com elevada precisão (R2 = 0,9930; P≤0,05), indicando que o risco de atividade patogênica de Rhizoctonia nos solos destinados ao cultivo de feijão-caupi e feijão-comum pode ser estimado a partir da análise da atividade saprofítica.
Abstract: The fungi Rhizoctonia spp. is an important soilborne plant pathogen. The objective of this study was to evaluate the effectiveness of baits to quantify the saprophytic activity of Rhizoctonia in soil and determine the relationship between saprophytic and pathogenic activities in order to fit an equation of pathogenic activity risk in soils for cowpea and common bean planting. In the evaluation of baits, soils from three locations were packed in trays and infested with an isolate of R. solani (50 mg colonized substrate kg-1 soil). After seven days, soil samples were transferred to gerboxes and sown six baits: beet, cowpea, maize and sorghum seeds, cowpea segment stalks and toothpick segments. After 48 h at 25 ° C, the baits were transferred to the Ko & Hora modified medium. The wood toothpick bait led to the detection of higher levels of saprophytic activity in all soils. The bait toothpick was evaluated against eight isolates and six inoculum densities of R. solani, demonstrating highly effective in all situations. In the analysis of the relationship between saprophytic and pathogenic activities, were used 12 soils collected in areas for cowpea and common bean planting. The saprophytic activity was evaluated using toothpick baits and the pathogenic activity was assessed by the distribution of soils in trays, planting of cowpea seeds and assessment of Rhizoctonia canker severity. There was a significant (P≤0.05) positive correlation (r = 0.7698) between the saprophytic (ATS) and pathogenic (ATP) activities. The regression equation ATP = 1 / (0.5822 to 0.0056 ATS) was estimated with high precision (R2 = 0.9930, P≤0.05), indicating that the risk of pathogenic activity of Rhizoctonia in soils for cowpea and common bean planting can be estimated from the analysis of saprophytic activity.
Palavras-chave: Fungo habitante do solo
Colonização saprofítica
Patogenicidade
Doença de planta
Soilborne fungi
Saprophytic colonization
Pathogenicity
Plant disease
Área(s) do CNPq: FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Agronomia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia
Citação: INOKUTI, Eliane Mayumi. Comparação de iscas para quantificação da atividade saprofítica de Rhizoctonia ssp. no solo e relação com atividade patogênica. 2012. 50 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6557
Data de defesa: 30-Jul-2012
Appears in Collections:Mestrado em Fitopatologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eliane Mayumi Inokuti.pdfDocumento principal256,81 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.