???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6541
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeito da proteína vegetal na qualidade de água dos efluentes da carcinicultura
Autor: COSTA, Waleska de Melo 
Primeiro orientador: GÁLVEZ, Alfredo Olivera
Primeiro membro da banca: CORREIA, Eudes de Souza
Segundo membro da banca: SOUZA, Ranilson Bezerra de
Terceiro membro da banca: PEREIRA, Alitiene Moura Lemos
Resumo: A alimentação é um dos principais fatores que, associado às características da água como temperatura, oxigênio, salinidade, padrão de circulação e renovação de água, bem como a produtividade natural, influenciam o desenvolvimento e sobrevivência das espécies. Foram realizados 16 cultivos intensivos em tanques internos com juvenis de Litopenaeus vannamei com 2,86 ± 0,09g de média de peso, na Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária (IPA) em Ipojuca - PE, em uma densidade de 33,3 animais/m2. Os camarões foram submetidos a quatro dietas com quatro repetições, em diferentes níveis de proteína animal e vegetal respectivamente: A) 75 e 25%; B) 50 e 50%; C) 25 e 75% e D) ração comercial, durante 60 dias de experimento, para avaliar o crescimento, ganho de peso, sobrevivência, conversão alimentar e quantificar a influência da fonte protéica vegetal nos efluentes do cultivo verificados pela análise de variância (ANOVA), complementada com o teste de Tukey (P< 0,05). A estabilidade das rações foi avaliada com a imersão dos peletes em água salgada durante os tempos de 30, 60, 90, 120, 150, 180, 210, 230, 260, 290, 310 e 330 minutos. Não houve diferença estatística (P<0,05) com relação ao ganho de peso de 4,56 g; 4,60 g e 4,28 g, crescimento de 7,83 cm; 7,79 cm e 7,62 cm e sobrevivência 4,35%, 59,61% e 42,31% com as rações A, B e C, respectivamente. Contudo, a ração D com 5,44 g, 8,12 cm e 93,27% foi estatisticamente melhor nestes parâmetros analisados. As variáveis de qualidade de água analisadas estão inferiores aos limites permitidos pela GAA, não havendo diferença estatística (P<0,05) entre todas as rações testadas. Nos tempos de 30, 60, 120, 150, 180, 240 e 360 minutos a ração A, mostrou-se com valores menores de perda de matéria seca dos péletes com resultados de 2,22; 4,31; 6,80; 8,0; 9,43 e 10,97%, sendo diferente significativamente (P>0,05) das rações B, C e D. Nos tempos de 90, 210, 270, 300 e 330 minutos não houve diferença estatística entre todas as rações testadas. Uma vez que não houve diferença estatística nos parâmetros de qualidade de água, e atendidas as exigências nutricionais da espécie, essas rações podem se tornar viáveis quando os camarões forem cultivados em viveiros, pela disponibilidade de alimento vivo.
Abstract: The feeding is one of the main factors that, associated to the characteristics of the water as temperature, oxygen, salinity, standard of circulation and water renewal, as well as the natural productivity, influence the development and survival of the species. Had been carried through 16 intensive cultives in youthful internal tanks with of Litopenaeus vannamei with 2,86 ± 0,09 g, at Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária (IPA) in Ipojuca - PE, a density of 33,3 animais/m2. The shrimps had been submitted on four diets with four repetitions, in different animal and vegetal protein levels respectively: A) 75 and 25%; B) 50 and 50%; C) 25 and 75% and D) commercial ration, during 60 days of experiment, to evaluate the growth, profit of weight, survival, alimentary conversion and to quantify the influence of the vegetal protein source in the effluent ones of the culture verified by the variance analysis (ANOVA), complemented with the test of Tukey (P<0,05). The stability of the rations was evaluated with the immersion of peletes in seawater during the times of 30, 60, 90, 120, 150, 180, 210, 230, 260, 290, 310 and 330 minutes. There were no significant differences (P<0,05) in relation to the gain of weight of 4,56 g; 4,60 g and 4,28 g, growth of 7,83 cm; 7,79 cm and 7,62 cm and survival 4.35%, 59.61% and 42.31% with the rationsA, B and C, respectively. However, ration D with 5,44g, 8,12 cm and 93.27% was statisticaly better in these analyzed parameters. The variable of analyzed of water quality are inferior to the limits allowed for the GAA, not having statistics difference (P<0,05) between all the tested rations. During 30, 60, 120, 150, 180, 240 and 360 minutes the ration A, revealed with lesser values of loss of dry substance of pelets with results of 2,22; 4,31; 6,80; 8,0; 9,43 and 10.97%, being different significantly (P>0,05) of rations B, C and D. In the time of 90, 210, 270, 300 and 330 minutes did not have difference statistics between all the tested rations. A time that did not have difference statistics in the parameters of water quality, taken care of the nutritional requirements of the species, these rations can become viable when the shrimps will be cultivated in fisheries, for the alive food availability.
Palavras-chave: Qualidade da água
Proteína vegetal
Carcinicultura
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Pesca e Aquicultura
Programa: Programa de Pós-Graduação em Recursos Pesqueiros e Aquicultura
Citação: COSTA, Waleska de Melo. Efeito da proteína vegetal na qualidade de água dos efluentes da carcinicultura. 2004. 69 f.. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Recursos Pesqueiros e Aquicultura) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6541
Data de defesa: 5-Jul-2004
Appears in Collections:Mestrado em Recursos Pesqueiros e Aquicultura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Waleska de Melo Costa.pdfDocumento principal986,25 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.