???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6354
Tipo do documento: Dissertação
Título: Produção de cistos e biomassa de “branchoneta” Dendrocephalus brasiliensis, Pesta 1921, em viveiros de cultivo
Autor: LOPES, José Patrocínio 
Primeiro orientador: GÁLVEZ, Alfredo Olivera
Primeiro membro da banca: ARANA, Luis Alejandro Vinatea
Segundo membro da banca: SEVERI, William
Terceiro membro da banca: CORREIA, Eudes de Souza
Resumo: Este trabalho teve o objetivo de desenvolver uma metodologia para a produção de cistos e biomassa de “branchoneta” Dendrocephalus brasiliensis, na Estação de Piscicultura de Paulo Afonso (09º22’38” S e 38º13’58” W), Paulo Afonso, BA, com a finalidade de viabilizar a utilização da branchoneta como fonte alternativa de alimento para peixes e crustáceos. A pesquisa constou de dois tratamentos (com inoculação e sem inoculação de cistos de D. brasiliensis) bloqueados no tempo (maio e outubro), com duas repetições para cada combinação tratamento/bloco. Para isso, foram utilizados quatro viveiros semi-escavados de 2.000 m2 cada. Dois viveiros foram inoculados com 2g de cistos e os outros dois viveiros não foram inoculados, tendo ocorrido apenas a eclosão de náuplios, em virtude da produção natural desse microcrustáceo existente anteriormente nestes viveiros. Após 15 dias de cultivo, o tratamento com inoculação produziu 20,75 ± 2,31 g de cistos, sendo portanto superior aquele sem inoculação, que produziu apenas 7,75 ± 2,31 g, ocorrendo dessa forma uma diferença significativa (P< 0,05) conforme a análise de variância e o teste de comparação de média (Tukey a 5%). Desta forma, foi produzida em média 2.075g/ha/ano de cistos. Quanto à produção de biomassa, a análise estatística mostrou que a média obtida com inoculação de 2g de cistos por viveiro, de 18,63 ± 0,74 Kg foi superior a 8,00 ± 0,75 Kg do tratamento sem inoculação. Assim é possível produzir uma biomassa de 1.863 Kg/ha/ano.
Abstract: The objective of this work was to develop a methodology for the production of cysts and biomass of Dendrocephalus brasiliensis, at Paulo Afonso Fisheries Station (09º22'38 "S and 38º13'58" W), Paulo Afonso, BA, Brazil. The purpose of making possible the use of the branchoneta as an alternative food source for fish and crustaceans. The research consisted of two treatments (inoculation and without inoculation of D. brasiliensis cysts) blocked in time (May and October), with two replicates for each treatment / block combination. For this, four semi-excavated nurseries of 2,000 m2 each were used. Two nurseries were inoculated with 2g of cysts and the other two nurseries were not inoculated and only hatching of nauplii occurred due to the natural production of this microcrustacean previously existing in these nurseries. After 15 days of cultivation, the treatment with inoculation produced 20.75 ± 2.31 g of cysts, being higher than that without inoculation, which produced only 7.75 ± 2.31 g, thus occurring a significant difference (P < 0.05) according to the analysis of variance and the mean comparison test (Tukey at 5%). In this way, an average of 2.075g / ha / year of cysts was produced. Regarding the biomass production, the statistical analysis showed that the average obtained with inoculation of 2 g of cysts per nursery, of 18.63 ± 0.74 kg was superior to 8.00 ± 0.75 kg of the treatment without inoculation. Thus it is possible to produce a biomass of 1,863 kg / ha / year.
Palavras-chave: Dendrocephalus brasiliensis
Cisto
Biomassa
Produção
Branchoneta
Biomass
Cysts
Production
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Pesca e Aquicultura
Programa: Programa de Pós-Graduação em Recursos Pesqueiros e Aquicultura
Citação: LOPES, José Patrocínio. Produção de cistos e biomassa de “branchoneta” Dendrocephalus brasiliensis, Pesta 1921, em viveiros de cultivo. 2002.61 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Recursos Pesqueiros e Aquicultura) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6354
Data de defesa: 4-Nov-2002
Appears in Collections:Mestrado em Recursos Pesqueiros e Aquicultura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jose do Patrocinio Lopes.pdfDocumento principal755,87 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.