???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6333
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo da estrutura populacional do marisco Anomalocardia brasiliana (Gmelin, 1791) na praia de Mangue Seco, litoral norte de Pernambuco – Brasil
Autor: OLIVEIRA, Isabela Bacalhau de 
Primeiro orientador: GÁLVEZ, Alfredo Olivera
Primeiro coorientador: PEIXOTO, Sílvio Ricardo Maurano
Primeiro membro da banca: COSTA, Rodrigo Silva da
Segundo membro da banca: OLIVEIRA, Paulo Guilherme Vasconcelos de
Terceiro membro da banca: SOARES, Roberta Borda
Resumo: O presente estudo objetivou analisar a distribuição espaço-temporal do marisco Anomalocardia brasiliana e avaliar a recomposição do estoque desta espécie em relação ao número e ao tamanho dos mariscos capturados no verão e inverno na praia de Mangue Seco, Pernambuco. No primeiro estudo, a linha de praia (1.800 m) foi dividida em três trechos (T), sendo T1 de 0 a 600m, T2 de 600 a 1200m e T3 de 1200 a 1800m. Durante a pesquisa foram coletados um total de 1.016 espécimes nos meses de Janeiro (verão) e Agosto (inverno) de 2009. Desse total, 636 mariscos foram coletados no verão e 380 no inverno. Os valores máximos de densidade registrados no período de verão foram 414,91 ± 82,48 ind.m-² no T3 e 323,49 ± 90,11 no T1, sendo ambos diferentes significativamente do T2 (156,12 ± 28,72 ind.m-²). No inverno ocorreram os menores valores de densidade com 102,67 ± 5,07 ind.m-² e 122,37 ± 36,86 ind,m-² para T1 e T2, respectivamente, ambos diferindo significativamente do T3 (296,76 ± 45,20 ind.m-²). No segundo estudo foram avaliados três tratamentos correspondendo a uma área de 18,75m² cada, onde: os mariscos foram retirados manualmente pelas pescadoras, coletados com auxílio de um apetrecho de pesca, e onde não houve a coleta de mariscos. A amostragem dos mariscos nestes tratamentos foi realizada em três momentos: antes das coletas pelas marisqueiras, após uma hora e 24 horas após estas coletas. Foram observados mariscos com tamanho menor (15,46 ± 0,86 mm), após a coleta manual, sem diferença significativa entre o tamanho dos animais encontrados após a coleta com o apetrecho (18,16 ± 0,92 mm). A quantidade de animais capturados com tamanho maior que 20 mm foi superior a 80% no inverno, e inferior a 20 % no verão, sem diferença entre os tipos de coleta para ambas as estações. Os indivíduos da espécie A. brasiliana apresentaram uma distribuição espacial característica, com uma maior abundância de juvenis no período de verão enquanto que os adultos foram mais abundantes no período de inverno. O tipo de coleta avaliado e o momento da extração não influenciaram na quantidade de mariscos, visto que o estoque de A. brasiliana da praia de Mangue Seco ainda é bem denso e tendo capacidade de se recompor após um período de 24h da atividade de coleta pelas marisqueiras. As estações de inverno e verão exercem influencia na abundância de A. brasiliana, com maior quantidade de mariscos com tamanho recomendado para pesca (> 20 mm) no período do inverno.
Abstract: This study aimed to analyze the spatial and temporal distribution of the clam Anomalocardia brasiliana and evaluate the stock recovery of this species in relation to the clam number and size after extraction in summer and winter in Mangue Seco, Pernambuco. In the first study, the beach (1800 m) was divided into three sections (S): S1 0 to 600m, S2 600 and 1200m and S3 1200 to 1800m. During this research a total of 1,016 specimens were collected in January (summer) and August (winter) of 2009, corresponding to 636 clams collected in the summer and 380 in the winter. The maximum density recorded in the summer period were 414.91 ± 82.48 ind.m-² at S3 and 323.49 ± 90.11 ind.m-² at S1, both were significantly different from S2 (156.12 ± 28.72 ind.m-²). In winter, the lowest densities were observed with 102.67 ± 5.07 ind.m-² and 122.37 ± 36.86 ind m-² for S1 and S2, respectively, both significantly different from S3 (296.76 ± 45.20 ind.m-²). The second study evaluated three treatments corresponding to an area of 18.75 m² each, where: the clams were removed manually by the fishers, collected using a fishing gear, and where there was no harvesting of clam. The sampling of the clams in these treatments was conducted in three moments: before extraction by fishers, after an hour and after 24 hours. Clams showed a smaller size (15.46 ± 0.86 mm) after manual collecting, but no significant difference in the size of the animals was found after the collection with the fishing gear (18.16 ± 0.92 mm). The number of the animals collected with size larger than 20 mm was greater than 80% in the winter and lower than 20% in the summer, without significant differences between the collection type tested for both seasons. The A. brasiliana showed a characteristic spatial distribution, with a greater abundance of juveniles during the summer while the adults were more abundant during the winter. The collection type and the extraction period did not influence the clam amount, as the stock of A. brasiliana in Mangue Seco is still quite dense and probably has the capacity to reconstitute itself after a period of 24 hours without clam extraction. The winter and summer seasons have a great influence on the abundance of A. brasiliana, with the largest number of animals within the recommended fishing size (> 20 mm) during the winter.
Palavras-chave: Marisco
Anomalocardia brasiliana
Estudo populacional
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Pesca e Aquicultura
Programa: Programa de Pós-Graduação em Recursos Pesqueiros e Aquicultura
Citação: OLIVEIRA, Isabela Bacalhau de. Estudo da estrutura populacional do marisco Anomalocardia brasiliana (Gmelin, 1791) na praia de Mangue Seco, litoral norte de Pernambuco – Brasil. 2010. 87 f. Dissertação ( Programa de Pós-Graduação em Recursos Pesqueiros e Aquicultura) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/6333
Data de defesa: 23-Feb-2010
Appears in Collections:Mestrado em Recursos Pesqueiros e Aquicultura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Isabela Bacalhau de Oliveira.pdfDocumento principal875,6 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.