???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/5923
Tipo do documento: Tese
Título: Toxicidade, efeito residual e repelência de acaricidas sintéticos e produtos naturais sobre Tetranychus urticae koch e Phytoseiulus macropilis (Banks), em algodoeiro
Título(s) alternativo(s): Toxicity, residual effect and repellency of synthetic acaricides and natural products on Tetranychus urticae Koch e Phytoseiulus macropilis (Banks) in cotton
Autor: ESTEVES FILHO, Alberto Belo 
Primeiro orientador: OLIVEIRA, José Vargas de
Primeiro coorientador: TORRES, Jorge Braz
Primeiro membro da banca: OLIVEIRA, Cláudia Helena Cysneiros Matos de
Segundo membro da banca: ALBUQUERQUE, Fábio Aquino de
Terceiro membro da banca: TEIXEIRA, Valéria Wanderley
Quarto membro da banca: ALBUQUERQUE, Auristela Correia de
Resumo: O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos letais e subletais, repelência, toxicidade e efeito residual de acaricidas sintéticos e produtos naturais sobre Tetranychus urticae Kock (Acari: Tetranychidae) e Phytoseiulus macropilis (Banks) (Acari: Phytoseiidae). Os acaricidas fenpropatrina, clorfenapir, diafentiurom, abamectina e espiromesifeno e os óleos emulsionáveis de nim, Azadirachta indica A. Juss. (Meliaceae) (Azadiractina 1% e Azadiractina A/B), Jatropha curcas L. (Euphorbiaceae) e Ricinus communis L. (Euphorbiaceae) foram estudados. De acordo com as CLs50 e CLs90, espiromesifeno foi o mais tóxico para fêmeas, e J. curcas para ovos de T. urticae. Os acaricidas que causaram maior efeito adverso para P. macropilis, foram espiromesifeno, J. curcas e Azadiractina 1%. Espiromesifeno foi o único acaricida nocivo para P. macropilis. Quando testados em concentrações subletais, J. curcas foi o único capaz de extinguir a população de T. urticae. Espiromesifeno, R. communis e Azadiractina A/B afetaram, negativamente, o crescimento populacional da praga. A população de P. macropilis, quando exposta a espiromesifeno, J. curcas e Azadiractina 1%, tendeu à extinção. Porém, quando exposta a R. communis e Azadiractina A/B continuou crescendo. Todos os acaricidas, com exceção de R. communis, repeliram fêmeas e postura de T. urticae. Para o predador, R. communis, J. curcas e Azadiractina 1% também repeliram fêmeas e postura. Espiromesifeno e Azadiractina A/B repeliram apenas postura. Em relação à eficiência residual, fenpropatrina, clorfenapir, diafetiurom e abamectina, causaram mortalidade de fêmeas adultas de T. urticae superior a 98% até a quarta avaliação. Fepropatrina, diafentiurom, abamectina e espiromesifeno foram os que mais reduziram a fecundidade. Os produtos naturais foram eficientes para adultos, apenas na primeira avaliação, enquanto a redução de postura variou. Todos os acaricidas testados foram eficientes no controle de T. urticae, entretanto, Azadiractina A/B foi o mais promissor para o seu manejo no agroecossistema algodoeiro, pois, foi o menos nocivo para o predador.
Abstract: This work studied the lethal and sublethal effects, repellency, toxicity and residual effects of natural and synthetic acaricides on the two spotted mite, Tetranychus urticae Kock (Acari: Tetranychidae), and its predator, Phytoseiulus macropilis (Acari: Phytoseiidae). The synthetic acaricides fenpropathrin, chlorfenapyr, diafenthiuron, abamectin and spiromesifen and the botanicals oils of neem, Azadirachta indica A. Juss. (Meliaceae), Azadirachtin 1% and Azadirachtin A/B, Jatropha curcas L. (Euphobiacea) and Ricinus communis L. (Euphorbiacea) were tested. Based on LC50s e LC90s, spiromesifen was the most toxic to female mites and J. curcas to T. urticae eggs. To P. macropilis, the acaricides that caused more adverse effects were spiromesifen, J. curcas and Azadirachtin 1%. Oil of J. curcas used at sublethal concentrations was the only able to extinguish the population of T. urticae. Spiromesifen, R. communis and Azadirachtin A/B affected negatively the growth population of the two spotted spider mite. Population of P. macropilis exposed to spiromesifen, oil of J. curcas, and Azadirachtin 1% trended to extinction. However, when exposed to oil of R. communis and Azadiracthin A/B continued to grow. All acaricides tested, except oil of R. communis, were repellent to T. urticae females and affected oviposition of T. urticae. The treatment with oil of R. communis, J. curcas, and Azadiracthin 1% were repellent to the predatory female mites and affected its oviposition. The residual effect of fenpropathrin, chlorfenapyr, diafenthiuron, and abamectin caused mortality to T. urticae female over 90% up to the fourth evaluation. Fenpropathrin, diafenthiuron, abamectin, and spiromesifen caused reduction on female fecundity. The natural products tested were efficacious to two spotted spider mite adults only during the first evaluation. All tested acaricides exhibited efficacious control of T. urticae, but among the tested products the Azadiracthin A/B produced promising results to mite control in cotton ecosystem and was less harmful to the predatory mite.
Palavras-chave: Tetranychus urticae Kock
Phytoseiulus macropilis
Acari
Controle químico
Controle alternativo
Efeito repelente
Eficiência residual
Chemical control
Alternative control
Repellent effect
Residual performance
Área(s) do CNPq: FITOSSANIDADE::ENTOMOLOGIA AGRICOLA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Agronomia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Entomologia Agrícola
Citação: ESTEVES FILHO, Alberto Belo. Toxicidade, efeito residual e repelência de acaricidas sintéticos e produtos naturais sobre Tetranychus urticae koch e Phytoseiulus macropilis (Banks), em algodoeiro. 2012. 83 f. Tese ( Programa de Pós-Graduação em Entomologia Agrícola) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/5923
Data de defesa: 21-Feb-2012
Appears in Collections:Doutorado em Entomologia Agrícola

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alberto Belo Esteves Filho.pdfDocumento principal551,53 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.