???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/4724
Tipo do documento: Dissertação
Título: Padrões fenológicos de espécies lenhosas e cactáceas em uma área do Semi-Árido do Nordeste do Brasil
Autor: LIMA, André Luiz Alves de 
Primeiro orientador: Rodal, Maria de Jesus Nogueira
Primeiro membro da banca: Machado, Isabel Cristina
Segundo membro da banca: Sampaio, Everardo Valadares de Sa Barretto
Terceiro membro da banca: Castro, Cibele Cardoso de
Resumo: Em florestas tropicais secas, a precipitação é o principal fator que regula o comportamento fenológico das plantas, embora algumas espécies não respondam primariamente à chuva e sim à maior ou menor disponibilidade hídrica nos seus tecidos. Assim, plantas com baixa densidade de madeira armazenam mais água no caule, quando comparadas com as de alta densidade, e podem desencadear as fenofases na estação seca. Desta forma, objetivou-se com este trabalho verificar se existe relação entre a densidade básica da madeira e a fenologia de 19 espécies lenhosas (196 indivíduos) da caatinga e descrever a fenologia de cinco espécies (62 indivíduos) de cactáceas. Estas espécies foram observadas mensalmente (agosto/2003 a julho/2006), em uma área situada no município de Floresta, sertão pernambucano. A densidade básica da madeira (relação do peso seco pelo volume da madeira saturada de água) variou de 0,29g/cm3 a 0,83g/m3 e foi inversamente relacionada à quantidade de água armazenada na madeira. Assim, as seis espécies que iniciaram o brotamento, floração e/ou frutificação na estação seca (Jatropha mollissima, Commiphora leptophloeos, Manihot cf. epruinosa, Cnidoscolus bahianus,C. quercifolius e Amburana cearensis) apresentaram baixa densidade de madeira e armazenaram grandes quantidades de água no caule (110 a 271% do seu peso seco). A queda foliar dessas espécies ocorreu antes das demais, ou seja, na transição do período chuvoso ao seco; e o brotamento foi positivamente relacionado com o fotoperíodo. Por outro lado, as espécies com alta densidade de madeira mostraram-se fortemente dependentes da precipitação no que se refere ao brotamento, floração e frutificação, enquanto que a queda foliar variou ao longo da estação seca. Cereus jamacaru e Harrisia adscendens floresceram logo com as primeiras chuvas no final da estação seca e frutificaram logo em seguida, enquanto que Opuntia palmadora sempre floresceu e frutificou no meio da estação seca. Arrojadoa rhodantha e Pilosocereus gounellei apresentaram maior proporção de indivíduos florescendo e frutificando na transição da estação seca para chuvosa. As espécies zoocóricas frutificaram no final da estação seca e início da chuvosa, asautocóricas na estação chuvosa e as anemocóricas na estação seca. Estes resultados confirmam a relação existente entre densidade de madeira e fenologia de espécies lenhosas da caatinga, embora a precipitação exerça forte influência na fenologia dessas espécies.
Abstract: In tropical dry forest, precipitation seems to be the main factor determining plant phenological behavior, although some species are not simply regulated by rainfall, but rather by the water status of plant tissues. Thus, plants with low wood densities store larger water supply in their trunks, when compared with the ones of high density, and therefore can exhibit phenophases during the dry season. We aimed at establishing a relationship between wood density of semi-arid tree species and their phenological cycles in an area of caatinga vegetation in northeastern Brazil. Monthly surveys (8/2003 to 7/2006) were made of the phenophases of leaf flush, leaf-fall, flowering and fruiting of 19 woody species (196 individuals) and six Cactaceae species (62 indiviuals). Basic density of the wood of studied species (ratio of dry weight to volume of the water-saturated wood) varied between 0.29g/cm3 and 0.83g/cm3 and these values were inversely related to the quantity of water stored in the wood. Six species (Jatropha mollissima, Commiphora leptophloeos, Manihot cf. epruinosa, Cnidoscolus bahianus, C. quercifolius and Amburana cearensis) that initiated leaf flush, flowering and/or fruiting during the dry season had low wood densities and were able to store large quantities of water intheir trunks (110 to 271% of the dry weight of the wood). Leaf-fall in these low wood density species occurred at the transition period between the rainy and the dry season and, therefore, earlier than in species with denser wood. Leaf flush in these low wood density species was positively related with photoperiod. On the other hand, species with high wood densities were strongly dependent on rainfall for leaf flush, flowering, and fruiting, and as they are able to store only limited quantities of water in their trunks, leaf-fall in these species occurred during the dry season. The cactis species Cereus jamacaru and Harrisia adscendens flowered right after the first rains in the end of the dry season and started fruiting immediately afterwards, while Opuntia palmadora always showed flowering and fruiting during the dry season. Arrojadoa rhodantha and Pilosocereus gounellei had a greatest proportion of individuals flowering and fruiting during the transition between rainy and dry seasons. The peak of fruiting for the entire community always occurred during the rainy season. The zoochorous species had fruiting in the transition between rainy and drseasons, autochorous species in the rain and anemochorous in the dry season. Results of this study point towards a strong relationship between wood density and phenology in the studied species, although the precipitation exerts strong influence in their phenology.
Palavras-chave: Síndrome de dispersão
Fenologia
Sazonalidade
Caatinga
Cactácea
Dispersion syndrome
Phenology
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Sigla da instituição: UFRPE
Departamento: Departamento de Biologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Botânica
Citação: LIMA, André Luiz Alves de. Padrões fenológicos de espécies lenhosas e cactáceas em uma área do Semi-Árido do Nordeste do Brasil. 2007. 84 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Botânica) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/tede2/4724
Data de defesa: 14-Jun-2007
Appears in Collections:Mestrado em Botânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andre Luiz Alves de Lima (1).pdfDocumento principal783,47 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.